• João Vicente

Artigo: Bizâncio, Pérsia e Ásia Central, pólos de difusão do Nestorianismo

Atualizado: Jan 28

Caros leitores,


Continuando no mesmo assunto da entrada acadêmica anterior, o artigo de hoje trata da expansão da vertente nestoriana do Cristianismo na Ásia Central através das relações comerciais. Além disso, a autora reflete sobre uma possível influência nestoriana no surgimento do Islamismo.


Título: Bizâncio, Pérsia e Ásia Central, pólos de difusão do Nestorianismo.


Autor: Sílvia Sônia Simões


Tipo de trabalho: artigo publicado na Revista AEDOS, Programa de Pós-Graduação em História da UFRGS, Poto alegre, v. 2, n. 5, ano 2009, páginas 63 a 81.


Resumo: 

Esta exposição tem por objetivo examinar os procedimentos que tornaram possível a disseminação do nestorianismo, heresia que foi banida pela ortodoxia bizantina no século V, visando à promoção do ponto de vista de sua doutrina no período inicial de sua existência. A ênfase maior será dada ao século VI, tanto porque foi quando esta heresia organizou-se como igreja cristã independente no mundo persa, quanto pela possibilidade de aferir, por meio de um relato de viagem de um adepto desta doutrina, a importância das trocas comerciais como sendo uma atividade importante para a difusão desta crença, possibilitando a constituição de espaços de trocas, contatos e ideias. Pretende-se também ver de que maneira se deu a aceitação da doutrina nestoriana entre os muçulmanos e os nômades das estepes euroasiáticas.  (resumo composto pelo autor)


PDF


#imperiobizantino #asiacentral #comercio #nestorianismo #persia #trocasculturais #heresia

1 visualização0 comentário

  • Facebook
  • Twitter
1280px-LinkedIn_Logo.svg.png